2.7. RECONDUZIR SISTEMAS DE PRODUÇÃO ANIMAL A SISTEMA DE PRODUÇÃO ECOLÓGICO, PROCURANDO UM VALOR ACRESCENTADO NA CARNE E NOS PRODUTOS CÁRNEOS, BEM COMO NOUTROS PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL

1. PRÁTICA HABITUAL UTILIZADA

Os consumidores estão cada vez mais sensibilizados e são mais exigentes com os processos de produção animal, exigindo que sejam respeitadores com o bem-estar animal, comprometidos com o ambiente e que evitem o abuso de medicamentos e aditivos que possam implicar a sua saúde. O mercado ecológico tem uma procura crescente, pois os consumidores estão convencidos de que as produções ecológicas pressupõem poder ter acesso a produtos alimentares saudáveis, nutritivos e de bom valor organolético, que contribuam para melhorar ou incrementar o seu nível de qualidade de vida. Na realidade, os sistemas de produção tradicionais extensivos estão muito próximos de se poderem tornar em sistemas de produção ecológica, e conseguirem assim um valor acrescentado ao produto final.

2. DESCRIÇÃO TÉCNICA DA BOA PRÁTICA

Requer-se a implantação da normativa de produção ecológica, que acarreta atuações específicas sobre:

  • Utilização de raças autóctones
  • Alimentação ecológica
  • Manuseamento reprodutivo por métodos naturais
  • Manuseamento adequado dos animais para contar com uma saúde preventiva
  • Adequação de espaços que facilitem a expressão do carácter dos animais
  • Especial cumprimento das normativas de bem-estar

Requisitos para a implementação

  • Levar a termo o processo de reconversão a sistema de produção ecológica
  • Modificação dos procedimentos habituais nos pontos críticos em que o sistema de produção utilizado se afaste da normativa ecológica
  • Introduzir a gestão administrativa, controle e registos, que se contemplam no regulamento de produção ecológica

Vantagens

  • Obter produtos com um selo de qualidade que têm um mercado específico e implicam maior rentabilidade económica.

Inconvenientes

  • Cumprir a normativa ecológica requer um esforço que não é habitual nos sistemas de produção tradicional extensiva. É preciso formação, especialmente no manuseamento da saúde e da alimentação, para evitar perdas.

3. BENCHMARKING (vantagens comparativas)

Vantagens comparativas económicas

  • As produções ecológicas têm um mercado de maior lucro económico que as convencionais.

Vantagens comparativas ambientais

  • Os sistemas de produção ecológica promovem o cuidado e a sustentabilidade ambiental.

Vantagens comparativas sociais

  • Contribui para o desenvolvimento rural, fixando a população ao sistema de produção. Colocar no mercado produtos de produção ecológica de origem animal aumenta a satisfação do consumidor ecológico e a oferta de produtos favorece o crescimento do sector destes consumidores.
  • Partilhe